Saúde

SES e SEMUS promovem ação alusiva ao Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais

Anúncios

Em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, comemorado neste domingo (28), o Departamento de Atenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids) e Hepatites Virais, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou uma ação educativa, na Praça Benedito Leite, Centro Histórico da capital. A iniciativa foi realizada em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de São Luís, e fez parte da agenda de atividades do Julho Amarelo.

“Nosso intuito é trabalhar junto às pessoas a necessidade da prevenção, principalmente contra as hepatites dos tipos B e C, lembrando que a primeira é uma infecção sexualmente transmissível e a segunda já possui cura. Trata-se de uma doença silenciosa, daí a importância do uso do preservativo e de estar vacinado. Tudo isso já é disponibilizado de forma gratuita pelo SUS”, disse a chefe de Departamento de Atenção às IST/AIDS e Hepatites Virais da SES, Jocélia Frazão.

Na oportunidade, maranhenses e turistas que prestigiavam a agenda cultural puderam contar com os serviços de um stand onde profissionais de saúde do estado e do município faziam aferição de pressão e teste de glicemia. A ação contou, ainda, com a distribuição de 40 mil preservativos.

Para Cícero Mendonça, de 42 anos, que estava na companhia da esposa e dos filhos, a ação educativa ganha mais força quando se propõe a sair do ambiente fechado das unidades de saúde. “Por uma questão de educação, é importante que as pessoas estejam prevenidas, pois muitos pegam a doença por falta de informação”, compartilhou.

De acordo com Wendel Alencar, coordenador municipal de IST/Aids e Hepatites Virais, durante todo o mês de julho a Prefeitura de São Luís esteve realizando ações de educação em saúde. “Durante todos os domingos deste mês estivemos aqui na Feirinha promovendo ações de conscientização. Reforçamos a abordagem sobre o uso dos preservativos, o cuidado com materiais perfurantes e cortantes, bem como a importância da vacina contra a do tipo B”, pontuou.

A artesã Áurea de Sousa, de 43 anos, enfatizou o trabalho conjunto entre estado e município. “O importante de ações como esta é que para as pessoas que não tiveram tempo durante a semana para irem a uma unidade de saúde, possam aproveitar a oportunidade para buscar informação”, disse.

O que são as Hepatites Virais?

Ação contou com aferição de pressão e testes de glicemia (Foto: Rogério Sousa)

As hepatites virais são doenças que provocam inflamação do fígado. Na maioria das vezes, não existem sintomas e as hepatites passam despercebidas. Somente com exames de sangue específicos é possível confirmar a doença. Os sintomas apresentados são sempre os mesmos: febre, cansaço, fadiga, vômitos, pele e olhos marejados, urina escura e fezes claras.

Especificamente, para as Hepatites B e C é recomendado não ter contato direto com sangue de outras pessoas e não compartilhar materiais perfurantes (barbeadores, navalhas, alicates de unha e outros utensílios de manicure e pedicure). Também é contraindicado reutilizar materiais para tatuagem e piercing. Além disso, usar sempre camisinha e para as gestantes a obrigatoriedade do teste no pré-natal.

Para saber se tem ou não um destes tipos da doença, a pessoa precisa fazer o teste rápido, disponível em qualquer unidade básica de saúde. O resultado sai em até 30 minutos.

*Fonte: Governo do Maranhão

%%footer%%

Categorias:Saúde

Marcado como:, , ,

Deixe uma resposta