slider

Governo apresenta ações para monitoramento e prevenção do coronavírus no Maranhão

Anúncios


A Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES) afirmou que o risco de infecção pelo coronavírus no Estado, no momento, ainda é considerado remoto. Durante coletiva de imprensa concedida na tarde desta quarta-feira (29), a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Léa Márcia Costa, reiterou que o Governo está vigilante e executando medidas contra o vírus.

“Ainda não temos casos confirmados no Brasil, mas estamos alerta e executando ações para o monitoramento da situação aqui no Estado”, frisou a superintendente.

Em conjunto com especialistas e representantes de setores das redes pública e privada de saúde, a SES elaborou nota técnica com orientações aos profissionais de saúde. O documento define o protocolo de atendimento para casos suspeitos de infecção pelo coronavírus, bem como os procedimentos a serem adotados posteriormente. Também está sendo atualizado o plano de contingência, que deve ser divulgado nos próximos dias.

O infectologista Eudes Simões ressaltou que outros coronavírus já tiveram proliferações importantes como agora, com grande mobilização mundial, mas não resultaram em uma grave crise global de saúde. O especialista reforçou que as principais medidas de prevenção são os cuidados com a higiene.

“Lavar as mãos regularmente, evitar colocar a mão na boca, nos olhos, coçar o nariz, e evitar aglomerações; enfim, são cuidados básicos que se aplicam a outros agentes infecciosos transmitidos pelo ar”, recomendou o infectologista.

Principal porta de entrada e saída da economia do Estado, o Porto do Itaqui intensificou medidas sanitárias como forma de prevenção. Segundo a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), todos os navios que chegam ao porto são monitorados pela Anvisa e só atracam se a Declaração Marítima de Saúde estiver de acordo com o protocolo vigente.

“Paralelamente a isso, temos um plano de contingência, de interesse internacional de saúde pública, com medidas de controle para evitar que epidemias adentrem ao porto”, enfatizou a gerente de Saúde e Segurança da Emap, Jackeline Gama.

%%footer%%

Categorias:slider

Deixe uma resposta