Sem categoria

Hospital da Ilha gera emprego e renda aos maranhenses

Anúncios

Estar empregado no Brasil é uma condição social cada vez mais difícil de conquistar em meio à crise financeira. No Maranhão a abertura de novos postos de trabalho faz a diferença na vida da população, como é o caso da construção do Hospital da Ilha. O novo equipamento de saúde é uma oportunidade de geração de renda para muitos trabalhadores que há tempos aguardavam por uma chance no mercado de trabalho.

Ailton Fróes é um deles e se emociona ao revelar que o trabalho de servente geral na obra do hospital é o primeiro emprego de sua vida aos 39 anos. Sem nunca ter tido um documento de identificação, Ailton era privado do acesso a serviços públicos e de empregos formais com carteira assinada. “A minha vida toda eu segui o caminho errado, cometi alguns erros, fui preso e não possuía nenhum documento. Consegui retirar a documentação por meio do programa social Começar de Novo e de lá, surgiu a oportunidade de trabalhar na obra. Há cinco meses minha vida é outra, larguei tudo do mundo para me dedicar a este emprego. Tenho dignidade de ter no final do mês o meu salário certo para sustentar minha família e sou um cara feliz”.

Há quatro anos fora do mercado da construção civil, João Batista Lima não só conseguiu uma oportunidade no Hospital da Ilha como também se capacitou em outra função importante da área, a de marteleteiro. Durante três meses, João exerceu a função de ajudante de pedreiro, se destacou aos olhos do mestre de obra e foi encaminhado para o curso de marteleteiro realizado ali mesmo no canteiro da obra. “Para quem estava sem emprego, em pouco tempo já até fiz um curso novo que me capacita a ganhar melhor e vai abrir novas portas no futuro. Aqui na obra eles valorizam o profissional e dão oportunidade de crescer. Tenho meu certificado de marteleteiro, exerço a função aqui e ganho experiência para outros locais. Meu salário aumentou em poucos meses. Só tenho a agradecer pela chance de estar aqui ganhando meu sustento”, comemora o trabalhador.

Aos 53 anos, João de Deus Tavares não esperava mais se empregar devido à idade quando surgiu a oportunidade de trabalhar na obra do Hospital da Ilha. Sem nenhuma experiência na área, João enfrentou o desafio de atuar na limpeza das áreas coletivas da obra. “Eu era vendedor de jornal, com a queda do mercado fiquei sem sustento. Tive medo de trabalhar com o desconhecido, mas precisava muito e aqui estou feliz e satisfeito com a equipe de trabalho, o salário é fixo e tenho carteira assinada. A sensação é de pura alegria. Daqui para frente posso encarar ser ajudante de limpeza em outros locais, já tenho esta experiência para o currículo”, festeja João.

Construção do Hospital da Ilha

O Hospital da Ilha, uma obra realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), segue avançando e trazendo novidades para os maranhenses. O equipamento de saúde é idealizado como solução definitiva para o problema de urgência e emergência da região metropolitana de São Luís. A meta é desafogar os dois Socorrões da cidade com um uma unidade moderna, com multiespecialidades e sem superlotação.

Localizado no bairro do Turu, o Hospital da Ilha vai contar com atendimento de urgência e emergência adulto e pediátrico, nove centros cirúrgicos, UTIs, Unidade de Tratamento de Queimados, laboratórios, setor de hemodiálise, tomografia, oito elevadores (sendo cinco exclusivos para maca e pacientes), além de auditório, amplo estacionamento e um heliponto.

Orçada em R$ 132 milhões, a obra tem números que impressionam. Serão 32 mil m² de área construída em um terreno com 62 mil m² de área total. Na primeira etapa, serão entregues 212 leitos, distribuídos em sete blocos de atendimentos; na segunda etapa, serão totalizados aproximados 400 leitos de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

*Fonte:MA.gov

Categorias:Sem categoria

1 resposta »

Deixe uma resposta