Últimas Notícias

Começa segunda etapa da operação de retirada de óleo em navio no MA

A segunda etapa de operação do destanqueio do NM Stellar Banner começou nesta quarta-feira (18). A situação do navio é estável, segundo posicionamento oficial da Marinha do Brasil.

O monitoramento tem sido realizado por meio de aeronaves e embarcações nas proximidades do NM Stellar Banner e não há vestígios de óleo na área. Veja nota na íntegra.

A Marinha do Brasil (MB) informa que realizou hoje (18) a 21a reunião de coordenação na
Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), com a participação de representantes da Vale S.A, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Agentes Marítimos.

Informações relevantes:
a) A situação permanece estável. O monitoramento tem sido realizado por meio de aeronaves e embarcações nas proximidades do NM Stellar Banner e não há vestígios de óleo na área.
b) Foi iniciada a segunda etapa da operação de destanqueio do NM Stellar Banner. Até as 18 horas foram bombeados 1020 m3 de óleo combustível para os tanques do navio OSV HOS Brass Ring.
c) O novo Plano de Destinação do Óleo Combustível do NM Stellar Banner está em fase final de aprovação pelas Autoridades Marítima e Ambiental. O NM Stellar Iris receberá o óleo das embarcações envolvidas na operação de destanqueio.

Pessoal e meios empregados
No momento, estão sendo empregados 255 militares da MB, além dos seguintes meios: Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”; Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”; um helicóptero UH- 15; e quatro embarcações da Capitania dos Portos do Maranhão.

Outros meios aéreos envolvidos: um helicóptero S-76 operado pela Vale S.A e uma aeronave Poseidon do Ibama.

Além disso, atuam no local do encalhe: nove rebocadores (sendo quatro dotados com materiais para combate à poluição por óleo); três drones com câmera térmica; quatro embarcações de suporte às atividades de contingência de derramamento de óleo (OSRV), quatro PSV e dois OSV.

Os órgãos e empresas envolvidos permanecem em estreita coordenação com a Autoridade Marítima, no intuito de solucionar o ocorrido com a brevidade possível, obedecendo normas e procedimentos de segurança, priorizando a mitigação de riscos à poluição e navegação.

*Fonte:PortalGuará

Categorias:Últimas Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.