Polícia

Maranhão pede envio da Força Nacional após morte de outro índio

Anúncios

Após o atentado contra a vida do índio Antônio Filho Providência Guajajara na manhã deste sábado (4), o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, decidiu encaminhar ofício ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, solicitando o envio de tropas da Força Nacional de Segurança Pública para conter a escala de conflitos internos na Terra Indígena (TI) Arariboia.

Essa é a segunda ocorrência de violência registrada na TI Arariboia nesta semana. Na última terça-feira (31), o líder indígena Zezico Rodrigues Guajajara foi encontrado morto próximo à Aldeia Zutiá, no município de Arame.

Em nota, a Sedihpop informa que Antônio Filho Guajajara “provavelmente foi vítima de tiro disparado por arma de fogo à altura de sua cabeça”, mas que o indígena já “passou por procedimentos médicos, exames e segue em observação” no Hospital Socorrão de Imperatriz, para onde foi encaminhado.

Como a legislação brasileira preconiza que as áreas indígenas são porções do território nacional, no ofício enviado ao ministro Sérgio Moro, o secretário Francisco Gonçalves solicita a presença da Força Nacional para evitar novos conflitos e mortes na área federal.

Continuar lendo no Portal Guara

Anúncios

Categorias:Polícia

Deixe uma resposta