Alimentação

KFC anuncia frango produzido em impressora 3D, e Paola Carosella detona a ideia; Reação da chef divide opiniões na web e irrita veganos — entenda!

Anúncios

Paola Carosella envolveu-se num grande debate nesta quarta-feira (22). Tudo começou quando a chef lamentou uma notícia sobre pesquisas para a criação de um “nugget impresso”, feito por impressoras 3D. Suas declarações repercutiram muito na web e dividiram opiniões… levando a jurada do “Masterchef Brasil” a discutir seus pontos de vista com seguidores.

Em um comunicado nesta terça (21), a franquia de fast-food KFC anunciou que trabalhará com a empresa russa 3D Bioprinting Solutions, para produzirem juntas uma carne de frango “impressa” através de técnicas de impressão 3D. A rede norte-americana fornecerá os ingredientes necessários, como panquecas e especiarias, enquanto sua parceira desenvolverá a tecnologia de bioimpressão. Para isso, serão usadas células de galinha e material vegetal para tentar reproduzir o sabor e a textura da carne, quase sem usar animais nesse processo.

Paola, por sua vez, ficou indignada ao se deparar com a notícia dessa parceria no jornal O Globo. “Olha que linda sua comida do futuro! Parabéns aos envolvidos!!! Continuemos assim, que o futuro vai ter gosto de papelão molhado em cloroquina radioativa!”, escreveu ela. Olha só:

Paola Carosella não ficou nada feliz ao ver que empresas pretendiam “imprimir” nuggets. (Foto: Reprodução/Twitter)

Muitos concordaram com a chef argentina, como a escritora Rosana Hermann, que também se assustou com essa ideia de “imprimir” comida. “Vão vender como ‘comida caseira! Imprima você mesmo seu almoço 3D em sua casa!’. Que horror”, declarou a apresentadora do “Porta Afora”. Dá uma olhada:

Opinião de Paola Carosella incomodou alguns internautas

No entanto, muitas pessoas adeptas ao veganismo e contra o uso de produtos com origens animais discordaram de Carosella. Um perfil no Twitter, por exemplo, afirmou que essa questão seria sim benéfica, para evitar a morte de animais. “Não envolve sacrifício animal e pode ser benéfico ao meio ambiente, parabéns aos envolvidos sim! Paola, eu super te admiro, mas, por favor, informe-se mais sobre o tema e tente reavaliar criticamente o seu posicionamento”, declarou.

A partir de então, deu-se início a uma série de debates entre Paola e os internautas. Mas a chef manteve seu ponto de vista, defendendo que ao invés de produzir coisas que imitam alimentos, através de tantos processos químicos e industriais, a sociedade deveria mudar suas formas de consumo, investindo em mais comidas reais.

“Me responde, por favor: o tipo de processo que envolve essa comida ultraprocessada considera a nossa cultura e conhecimentos ancestrais? Ela não usa bicho, mas usa soja, milho e óleo de palma – para o meio ambiente não muda nada. Pode não ter sofrimento animal, mas tem sofrimento humano”, rebateu a dona do La Guapa.

ContinueLendoem:HugoGloss.Uol

Categorias:Alimentação, slider

Deixe uma resposta