Alimentação

KFC investe em nuggets livres de abate impressos em 3D

Anúncios

A rede de fast food Kentucky Fried Chicken (KFC) está desenvolvendo nuggets de frango impressos em 3D. O produto que está em fase de aperfeiçoamento na Rússia é baseado em “uma pequena quantidade de células de animais e uma combinação de ingredientes vegetais”, segundo a rede.

Para desenvolver o produto livre do abate de animais, a rede firmou uma parceria com a empresa 3D Bioprinting Solutions. “Estamos monitorando de perto todas as últimas tendências e inovações e fazendo o possível para acompanhar os [novos] tempos, introduzindo tecnologias avançadas em nossas redes de restaurantes”, disse em comunicado oficial a gerente geral da KFC na Rússia, Raisa Polyakova.

E acrescentou: “A carne [cultivada] é o próximo passo no desenvolvimento do conceito de ‘restaurante do futuro’. Nosso experimento que testa a tecnologia de bioimpressão em 3D para criar produtos à base de frango também pode ajudar a resolver vários problemas globais iminentes. Ficamos felizes em contribuir para o seu desenvolvimento e estamos trabalhando para disponibilizá-lo a milhares de pessoas na Rússia e, se possível, no mundo todo.”

Aumento da demanda por produtos à base de vegetais

Em fevereiro, a KFC alcançou a marca de um milhão de búrgueres à base de vegetais comercializados no Reino Unido desde que a opção foi lançada no dia 2 de janeiro. De acordo com a rede, a cada três segundos um cliente pedia por um hambúrguer vegetal em uma de suas 900 unidades no Reino Unido. O produto se tornou atrativo principalmente para pessoas que ainda consomem carne.

O hambúrguer foi desenvolvido a partir de uma parceria com a Quorn, empresa que criou e popularizou no Reino Unido a carne à base de micoproteína, ou seja, um tipo de fungo. As cidades que registraram mais vendas do hambúrguer são Londres, Notthingham, Brighton e Manchester.

Em maio, a KFC divulgou que o primeiro teste para avaliar a receptividade dos chineses aos seus nuggets à base de vegetais que imitam carne de frango não poderia ter sido melhor. Em uma hora, as mais de sete mil unidades do produto se esgotaram. Para evitar aglomerações, a KFC disponibilizou cupons de pré-venda que poderiam ser adquiridos por meio de um aplicativo.

Fonte: VEGAZETA

Deixe uma resposta