Últimas Notícias

Governador do Piauí e alvo da Polícia Federal

Anúncios

A Polícia Federal (PF) realiza uma operação que apura os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraudes em licitações de transporte escolar, na Secretaria estadual de Educação do Piauí (Seduc). A ação ocorre na manhã desta segunda-feira, 27.

Os agentes cumprem 12 mandados de busca e apreensão em Teresina (PI) e em Brasília (DF). Entre os alvos da operação estão a casa do governador Wellington Dias (PT), a sede da secretaria e também o gabinete da deputada Rejane Dias (PT), na Câmara, em Brasília. Ela é primeira-dama do Piauí.

Conforme a PF, o governo do Estado manteve contratações com empresas suspeitas de irregularidades, mesmo depois de acusações da Justiça. Hoje, portanto, deflagra-se a 3ª fase da Operação Topique, realizada em conjunto com a Controladoria-Geral da União e o Ministério Público Federal.

Entre os anos de 2015 e 2016, servidores da cúpula administrativa da Seduc teriam se associado a empresários do setor de locação de veículos e desviado R$ 50 milhões de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

O Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar supostamente foi alvo de desvios. Em síntese, os estudantes do Estado usufruíram de um transporte escolar sem qualquer tipo de segurança ou qualidade. Contudo, a Seduc nega as acusações da Justiça.

Fonte: Istoé

Deixe uma resposta