Saúde

Apresentador Rodrigo Rodrigues morre vítima da Covid-19 no Rio

Anúncios

Rodrigo Rodrigues morreu nesta terça-feira em decorrência de complicações da Covid-19. Diagnosticado com a doença há cerca de 15 dias, o jornalista de 45 anos estava internado no Unimed Barra, zona oeste do Rio de Janeiro.

“O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues”, informou o hospital em boletim médico divulgado no início da tarde.

Rodrigo foi levado ao hospital no último domingo apresentando sintomas como dor de cabeça, vômitos e desorientação. Após a confirmação de trombose venosa cerebral, ele foi submetido a um procedimento para diminuição da pressão intracraniana. Em estado grave, o jornalista estava sendo monitorizado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas não resistiu.

Leia o boletim na íntegra:

“O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues.

O paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, em unidade de terapia intensiva, desde o último domingo, 26/07, após ter sido submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro grave e diagnóstico prévio de Covid-19.

Toda a equipe do Hospital Unimed-Rio se solidariza com familiares, amigos e admiradores do trabalho de Rodrigo Rodrigues”.

Jornalismo e música

Rodrigo de Oliveira Rodrigues nasceu Rio de Janeiro, no dia 18 de abril de 1975. Além de jornalista, ele era músico e escritor. Entre as características marcantes de Rodrigo Rodrigues estavam a simpatia e a perspicácia entre assuntos como o esporte, música e cinema.

O jornalista trabalhou em diversas emissoras de TV. Entre os canais abertos, Rodrigo passou pelo SBT, TV Cultura e TV Gazeta. No ESPN Brasil, ele virou apresentador esportivo em 2011, na edição noturna do Bate-Bola. E, em 2017, Rodrigo assinou com o Esporte Interativo.

Em 2019, ele virou apresentador do Troca de Passes em setembro de 2019, onde atuou até o falecimento.

The Soundtrackers

Rodrigo também cantava e tocava guitarra. Em 2008, ele fundou a banda The Soundtrackers, que apresenta trilhas sonoras de cinema. Projeto divertido, o grupo tocava em casas menores de shows, eventos corporativos, festas fechadas e até casamentos. E, em 2010, a banda registrou o CD/DVD ao vivo Os Tocadores de Trilhas.

Escritor

Especializado em cultura dos anos 1980, Rodrigo já escreveu um livro sobre o assunto. Em 2009, ele lançou As Aventuras da Blitz, que conta a história do grupo liderado por Evandro Mesquita. Além disso, o jornalista ainda fez o Almanaque da Música Pop no Cinema (2012), London London: O único guia para conhecer Londres utilizando o metrô (2014) e Paris Paris – Conheça a cidade luz utilizando o metrô (2016).

*Fonte:CorreioDoPovo

Categorias:Saúde, slider

Deixe uma resposta