Política

Flávio Dino diz que união de facções derrotou a esquerda em 2018

Anúncios

Pelo visto, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), como não tem conseguido polarizar o debate com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), decidiu apelar e jogar com as palavras, mas num jogo bem raso.

Utilizando as redes sociais, como de costume, nesta quinta-feira (31), o comunista afirmou que a derrota da esquerda, nas eleições de 2018, se deu após a união de duas facções.

Para Dino, a união da facção comandada por Sérgio Moro e a facção comandada por Jair Bolsonaro, se uniram e venceram o pleito de 2018, quando derrotaram a esquerda. O comunista aposta ainda que essa união não acontecerá em 2022.

Será que assim Dino conseguirá ser notado e ter seu nome citado por Bolsonaro, para enfim polarizar um debate???

Do contrário, caberá ao comunista tentar unir as facções de esquerda, pois o que se aproxima é uma nova derrota em 2020, que diga a eleição na capital do estado onde ele é o governador. Lembrando que eleições deste ano, terão reflexos em 2022.

*Fonte:BlogdoJorgeAragão

%%footer%%

Categorias:Política

Deixe uma resposta