Últimas Notícias

Márcio Jerry condena aumento da desigualdade e cobra providências

Anúncios

O deputado federal Márcio Jerry classificou como ‘sombrias’ as projeções feitas pelos especialistas para o cenário econômico do Brasil e cobrou providências do governo federal. Em crítica aos 42 brasileiros que aumentaram US$ 34 bilhões (cerca de R$ 176 bilhões) durante a pandemia de coronavírus, o parlamentar chamou de ‘absurdo’ o aprofundamento da desigualdade no país.

“Crescem o desemprego e o desalento na pandemia, são sombrias as projeções para a economia no Brasil. Menos para 42 brasileiros que ficaram R$ 176 bilhões mais bilionários de março até agora. Absurdo, né?”, comentou o Márcio Jerry, vice-líder do partido.

De acordo com um levantamento feito pela Ong Oxfam, entre 18 de março e 12 de julho, o patrimônio dos 42 bilionários do Brasil passou de US$ 123,1 bilhões para US$ 157,1 bilhões. Os dados compilados pela Oxfam foram extraídos da lista dos mais ricos da Forbes.

Enquanto isso, no segundo trimestre de 2020, o Brasil registrou recorde na redução de 9,6% no número de pessoas ocupadas no Brasil. No total, 8,9 milhões de pessoas perderam seus postos de trabalho de abril a junho, em relação ao período de janeiro a março. Com isso, a população ocupada ficou em 83,3 milhões, o menor nível da série histórica, iniciada em 2012. Na comparação com o mesmo período de 2019, a queda foi de 10,7%.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados na semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o primeiro trimestre do ano, a taxa de desocupação subiu 1,1 ponto percentual e fechou o segundo trimestre em 13,3%.

Fonte: Maranhão da Gente

Deixe uma resposta