Últimas Notícias

Mercado Livre é a empresa mais valiosa da América Latina, segundo Economatica

Anúncios

Enquanto uns choram, outros vendem lenços. Mas, no caso do Mercado Livre, a varejista online também vende cadeiras, roupas, utensílios domésticos, enfim, uma infinidade de itens para todas as ocasiões. Não é por um acaso, portanto, que em tempos de distanciamento social a companhia tenha se tornado a mais valiosa da América Latina, ultrapassando gigantes como Vale, Petrobras e Itaú Unibanco, de acordo com levantamento da Economatica. O Mercado Livre vale 60,6 bilhões de dólares – mais do que o valor de mercado da Magazine Luiza e da WEG combinados.

No ano, as ações do Mercado Livre, negociadas na Nasdaq, acumulam alta de 108,95%.

“Acreditamos que o Mercado Livre terá um trimestre muito mais forte no Brasil do que o esperado inicialmente”, diz o Bradesco, em relatório. As vendas gerais do Meli devem subir 4 bilhões de reais, mais do que outros concorrentes, que devem ganhar de 3 bilhões a 3,5 bilhões de reais a mais nas receitas no trimestre.

A aceleração do comércio eletrônico não é o único impacto positivo da pandemia para a empresa. Consumidores também se voltaram para os meios de pagamento digitais. Por isso, o banco acredita que a divisão Mercado Pago deve ter um trimestre forte na Argentina, país no qual pequenas lojas de bairro intensificaram o uso de meios de pagamento digitais.

Fonte: Exame

Deixe uma resposta