Alimentação

Queijo sem procedência sanitária é inutilizado em Santa Inês

Anúncios

A Polícia Civil e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) apreenderam uma carga de 1.300 quilos de queijo, do tipo coalho, nas imediações da BR-222, que estava sendo transportada de forma irregular. A apreensão ocorreu no domingo (16), no município Santa Inês.

De acordo com o que foi apurado pela polícia, um caminhão de cor vermelha, com origem no município de Buriticupu, transportava o queijo acondicionado em sacos de estopa e em temperatura ambiente com destino ao município de Timon. O condutor do veículo não apresentou documento informando a origem de produção do queijo coalho.

Fiscais da AGED/MA foram acionados até o local para realizar a apreensão e a inutilização da carga de queijo. A carga foi vistoriada, pesada e estava completamente fora dos padrões higiênicos e sanitários exigidos para consumo.

A AGED/MA lavrou o auto de infração e o termo de destruição do produto que foi assinado pelo condutor da carga de queijo. Em seguida, os fiscais realizaram a inutilização do produto.

A Agência sempre orienta que o consumidor, ao adquirir produtos de origem animal, a exemplo do queijo e derivados, deve sempre observar se a embalagem possui o selo do Serviço de Inspeção. O selo é a garantia de que o produto foi fabricado obedecendo todas as normas sanitárias e de higiene, cujo consumo é adequado para alimentação do maranhense.

Categorias:Alimentação, slider

Deixe uma resposta