Política

Nova pesquisa aponta que maioria da comunidade escolar ainda não quer o retorno das atividades presenciais nas escolas estaduais

Anúncios

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta sexta-feira (2), o resultado da nova pesquisa realizada com estudantes matriculados em escolas da rede estadual, seus familiares e professores, acerca da volta às aulas presenciais nas escolas ligadas à rede pública estadual do Maranhão. O resultado foi anunciado pelo governador Flávio Dino em coletiva de imprensa, e mantém as aulas presenciais suspensas, atendendo a opinião da maioria votante.

Ao todo, 38.911 pessoas votaram, na pesquisa realizada entre os dias 25 e 30 de setembro. A maioria, totalizando 60,54% dos votantes, não concorda com o retorno às aulas presenciais a partir da 2ª quinzena do mês de outubro, e 39,46% dos votantes são favoráveis ao retorno às atividades presenciais.

Esta é a terceira pesquisa realizada na rede pública estadual, que tem como objetivo saber o sentimento da comunidade escolar sobre o retorno às atividades presenciais. “O que identificamos é que a maioria das famílias e dos profissionais da educação continua insegura, não desejando o retorno às aulas na rede estadual. Em relação aos estudantes, há uma divisão. São sentimentos da comunidade escolar que praticamente conduzem a que não possamos retomar o chamado ensino presencial, com a adoção do ensino híbrido, que é nossa indicação. Porém não faremos isso enquanto não houver uma mudança do pensamento. Nós já estamos no mês de outubro, muito provavelmente isso significa que não haverá retomada das aulas presenciais na rede estadual neste ano. Não é um anúncio ainda, portanto, estamos no âmbito da Seduc cuidando de qual será o cenário para o ano letivo de 2021”, declarou o governador Flávio Dino.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destaca que a previsão do Governo era de que as aulas presenciais tivessem sido retomadas desde agosto, de forma gradativa e com a adoção de ensino híbrido. “Respeitando a insegurança da comunidade escolar, o Governo tem mantido as aulas presenciais suspensas e intensificando as atividades remotas. O governador Flávio Dino tem empreendido esforços para que o acesso dos estudantes a esse formato de ensino seja cada vez maior. Segue com a distribuição de chips com pacotes de dados para estudantes e também empenhando outros esforços, para que os estudantes que não podem acessar a internet tenham outras opções, como material impresso. Tudo isso para que possamos manter nossos estudantes ligados à escola, mesmo que as atividades presenciais ainda não tenham retornado”, destacou o secretário.

%%footer%%

Categorias:Política

Deixe uma resposta