Política

Eleitor com deficiência visual ouvirá nome do candidato na urna eletrônica

Anúncios

A edição do Jornal da Difusora desta sexta-feira (9), traz como destaque a novidade nas eleições deste ano para os eleitores deficientes visuais. Os eleitores que possuem deficiência visual poderão ouvir o nome do candidato após digitar o número na urna eletrônica.

Até as eleições de 2018, a urna emitia mensagens pré-gravadas, indicando ao eleitor com deficiência visual o número digitado, o cargo para o qual votou e instruções sobre as teclas da urna. Eram mensagens pré-gravadas, instaladas no equipamento para melhorar a experiência desses votantes.

O novo recurso de sintetização de voz, tecnologia que transforma texto em som e simula como se a máquina fizesse o papel de uma pessoa lendo o conteúdo de algum documento será utilizado.

Como utilizar?

O eleitor precisará informar ao mesário sobre sua deficiência visual, para que o colaborador da Justiça Eleitoral habilite o recurso e entregue fones de ouvido. Segundo o TSE, a opção por fones tem o objetivo de garantir o sigilo do voto.

A urna não iniciará a votação de forma imediata, mesmo já estando habilitada. Enquanto a votação não for iniciada, o eleitor poderá fazer a regulagem do áudio para iniciar em seguida a votação.

O novo recurso também faz uma flexibilização ao falar o nome do candidato escolhido. Ou seja, a “urna” falará se o eleitor está votando em um candidato ou candidata.

*Fonte:Ma10

%%footer%%

Categorias:Política, slider

Deixe uma resposta