Cidades

PROJETO ESPECIAL FAZ ENERGIA ELÉTRICA CHEGAR AO PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS

Anúncios

A Equatorial Maranhão tem se dedicado a novos estudos em obras de expansão e universalização da rede elétrica para residências isoladas, buscando assegurar efetivamente o acesso de todos à energia elétrica, a exemplo dos locais mais remotos e que não possuem redes de distribuição convencionais. Foi com esse objetivo, que a Equatorial Maranhão deu origem ao Projeto Luzes nos Lençóis, que vai levar energia e será o fim da espera de muitos anos para algumas comunidades isoladas dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

O parque possui cerca de 155 mil hectares, abrigando ecossistemas diversos, entre dunas e lagoas paradisíacas. São cerca de 2.000 habitantes, dentre nativos, pequenos empresários da gastronomia e hotelaria, além de ser um local de grande rotatividade turística. É nessa região, no leste maranhense, que está localizado o famoso vilarejo de pescadores Atins, que ganhou notoriedade devido ao seu potencial turístico e belezas naturais. Situado há cerca de 22Km de Barreirinhas, virou o destino para praticantes de esporte, amantes da natureza e pessoas que buscam tranquilidade e sossego.

O projeto da obra de universalização de rede, conta com sistema de geração 100% sustentável de fonte fotovoltaica (energia solar), sem emissão de poluentes, beneficiando mais de 140 famílias em 6 povoados: Canto do Atins, Ponta do Mangue; Mata Fome; Baixa Grande; Queimada dos Britos e Ponta Verde (Santo Amaro). A previsão é que as ligações sejam todas realizadas até o final do mês de fevereiro de 2021. As comunidades: Tucuns, Mirinzal, Santo Antônio, Tratada de Baixo, Achuí, Janaúba, Baixa da Onça, Bracinho, Tratada de Cima, Buriti Amarelo, Buritizal e Cedro também receberão rede elétrica, estas por meio convencional (rede aérea) com postes de fibra para se adequar ao terreno arenoso.

Com investimento de mais de R$ 3 milhões, a obra utilizará o Sistema Individual de Geração de Energia Elétrica com Fonte Intermitente – SIGFI e capacidade para atender residências, escola, posto de saúde e empreendimentos da região. Junto com a eletricidade leva-se também mais qualidade de vida para essas pessoas. Além disso, essas comunidades e pequenos empresários precisam utilizar geradores a óleo diesel e/ou querosene para conseguir produzir energia elétrica, sendo contabilizada uma média 300 litros de óleo diesel por mês para manter um restaurante em funcionamento.

O acesso à energia leva dignidade ao possibilitar a esses moradores da região dos Lençóis que acessem bens e serviços que dependem de energia e a muitos estimulará permanecer onde nasceram, uma vez que muita gente acaba migrando para os grandes centros em busca de melhores oportunidades. Além das comunidades, serão energizados também restaurantes famosos, que são internacionalmente conhecidos pela culinária extraordinária, e também pontos de grande movimentação turística como Vassouras. Com isso, fortalecendo também o turismo local.

Dona Maria Ferreira, moradora do povoado Ponta do Mangue teve a primeira casa a receber a energia, diz que nunca perdeu a esperança e esse foi um sonho antigo que se realizou:

“Eu tenho a grande satisfação, e eu estou muito feliz, mas muito mesmo, porque estou recebendo essa grande maravilha. A energia aqui é um sonho de 30 anos que hoje foi realizado e espero em Deus que agora nós vamos viver uma vida melhor, mais feliz, vamos ter nossa geladeira para botar o nosso comer para a gente jantar uma coisa mais leve, fresquinha”, disse ela emocionada.

Para o Gerente de Obras e Manutenção da Equatorial Maranhão, Saulo Ferreira “por meio desse investimento será possível levar o conforto que a energia elétrica proporciona aos clientes, garantindo uma melhor qualidade de vida na alimentação, acesso a meios de comunicação, melhoria das condições em sala de aula e de saúde. Além de contribuir para o desenvolvimento econômico local e turismo”, destacou Saulo.



Além do projeto de universalização de rede, a Equatorial Maranhão também iniciou a construção da nova Subestação Lençóis, que beneficiará mais de 60 mil pessoas com uma energia elétrica de mais qualidade. A obra deve ser concluída em dezembro deste ano e está localizada às margens da BR-402 no município de Humberto de Campos. Com a nova subestação, também está sendo construída uma nova rede de distribuição, com 68 km de extensão, que interligará as subestações Urbano Santos e Lençóis. A subestação possibilitará uma maior qualidade da energia elétrica para os municípios de Humberto de Campos, Santo Amaro, Morros e Primeira Cruz.



Esses investimentos irão contribuir com o desenvolvimento da região dos Lençóis Maranhenses, proporcionando mais crescimento para a indústria, comércio e turismo no Estado, levando melhoria na qualidade de vida de muitas famílias.

%%footer%%

Categorias:Cidades

Deixe uma resposta