Saúde

Secretário Carlos Lula dialoga com gestores de unidades estaduais de saúde sobre avanços em 2020

Anúncios

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, dialogou nesta quinta-feira (17) com gestores de unidades estaduais de saúde sobre avanços que, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, foram conquistados ao longo do ano. A oportunidade para a interação aconteceu durante o Encontro de Gestores 2020, realizado pelo Instituto Acqua, que gerencia, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), parte das unidades.

“Mesmo durante a pandemia, alcançamos avanços importantes na área da saúde, como a entrega de novos hospitais, a ampliação no número de leitos, entre outras ações estratégicas de enfrentamento à pandemia e de garantia de assistência à população maranhense. Todo esse trabalho é fruto do comprometimento de muita gente, especialmente dos profissionais que atuaram e atuam na linha de frente, o que inclui os gestores das unidades de saúde”, ressaltou Carlos Lula.

O encontro com os diretores das unidades administradas pelo Acqua aconteceu nesta quarta (16) e quinta-feira (17) e promoveu a troca de experiências acerca do combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), bem como os seus desafios, impactos e efeitos vivenciados. Além de representantes das unidades de saúde gerenciadas pela instituição no Maranhão, participaram também gestores de unidades do Mato Grosso do Sul e Pará. A reunião aconteceu seguindo as recomendações sanitárias, observando o distanciamento social, com a oferta de máscaras, álcool em gel, bem como a transmissão on-line.

O diretor-presidente do Instituto Acqua, Samir Siviero, destacou o empenho do Governo do Maranhão no enfrentamento à pandemia. “O grande destaque aqui no Maranhão é a parceria, o jogar junto, na resolução de problemas. Nas dificuldades, os dois lados deram as mãos em busca de soluções e isso, de fato, é um exemplo para todo o país”, afirmou.

Dentre as unidades da rede estadual cujos diretores estiveram presentes destaca-se o Hospital Regional de Balsas. A região foi a pioneira no estado a investir na Planificação da Atenção à Saúde (PlanificaSUS), que luta pela redução dos índices de mortalidade materna e infantil, tornando-se, também, referência para o enfrentamento da Covid-19 nos 13 municípios que a integram.

Segundo o diretor geral da unidade, Eliabe Wanderley de Aguiar, nos últimos seis anos, o Governo do Estado conseguiu revolucionar os serviços em saúde. “Temos certeza que a existência do hospital regional foi importante na recuperação de muitos dos diagnosticados com a Covid-19. Além disso, também contamos com a Planificação fazendo a diferença desde 2017 e, em breve, teremos o Centro de Hemodiálise, que atenderá os pacientes do sul do estado, garantindo mais qualidade de vida aos pacientes renais crônicos”, compartilhou.

No Maranhão, o Acqua atua em cinco cidades, atendendo entre maternidades, hospitais de referência em alta complexidade, centro odontológico e centro especializado em microcefalia.

As unidades gerenciadas pelo Instituto no Maranhão são: Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir), Casa de Apoio Ninar, Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, Maternidade Benedito Leite, Maternidade Nossa Senhora da Penha, Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão (MACMA), Hospital Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira (HCM), Maternidade Humberto Coutinho, Hospital Regional de Balsas, Hospital Macrorregional Tomás Martins (Imperatriz) e o Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago (Pinheiro).

%%footer%%

Categorias:Saúde

Deixe uma resposta