Últimas Notícias

Weverton Rocha e lideranças políticas articulam ações de enfrentamento à pandemia de COVID-19 no Maranhão

Anúncios

Discutir ações de combate à pandemia no Maranhão. Esta foi a proposta da reunião que reuniu parlamentares e lideranças partidárias do Maranhão, nesta quarta-feira (24), em Brasília. O senador Weverton (PDT), a senadora Eliziane Gama (Cidadania), os deputados federais: Pedro Lucas (PSL), Gil Cutrim (Republicanos), Cléber Verde (presidente do Republicanos), Juscelino Filho (presidente do DEM), o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), deputado estadual Glabert Cutrim (PDT), o presidente da Famem, Erlanio Xavier(PDT), presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Osmar Filho (PDT), o presidente do PSB, Luciano Leitoa, o ex-juiz Carlos Madeira ( Solidariedade) e o secretário de Desenvolvimento Social Márcio Honaiser (PDT) participaram do encontro.

Os parlamentares destacaram a necessidade de união, de decisões firmes e de intensificação das medidas de combate ao coronavírus.

“Há uma preocupação grande em garantirmos as condições necessárias para que a população maranhense tenha garantia de atendimento em caso adoecimento e, sobretudo, de prevenção com as medidas corretas e vacinação em massa. Juntos podemos trabalhar e colocar as forças dos nossos mandatos e dos nossos partidos para ajudar o estado e os municípios”, declarou Weverton.

O parlamentar afirmou ainda que a situação não apenas no Maranhão, mas em todo o país chegou ao limite e medidas urgentes precisam ser tomadas.

“Estamos vivendo uma tragédia. O país já tem 300 mil mortos. Estamos com o país à deriva. Precisamos adotar novas medidas com urgência”, ressaltou o senador.

Para o parlamentar, o país enfrenta um momento crítico da pandemia e precisa aprender com os países que desenvolveram ações eficazes contra a disseminação da doença.

“Temos que adotar as boas experiências do mundo e, claro, sempre colocando a ciência na frente. Vacinação em massa, uso de máscara e distanciamento social são fundamentais neste momento”, ressaltou.

%%footer%%

Deixe uma resposta