Anúncios

A aptidão e o talento de estudantes da rede municipal de São Luís foram reconhecidos por dois certames que avaliam o conhecimento de alunos de escolas públicas de todo o Brasil. Dezessete estudantes da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Primavera foram premiados pela Olimpíada Brasileira de Astronomia 2020 (OBA) e quatro do Anexo Leonardo da Vinci, vinculado à U.E.B. Maria Alice Coutinho, foram reconhecidos pelos excelentes resultados na Olimpíada Nacional de Ciências 2020 (ONC).



As medalhas foram recentemente enviadas às escolas para entrega aos vencedores. Para a secretária municipal de Educação, Esmênia Miranda, os resultados nas duas olimpíadas são frutos do trabalho incansável de professores e gestores para oferecer educação de qualidade e fomentar o prazer pelos estudos, em especial na área das ciências.

“Estamos felizes com estes resultados e aproveitamos para parabenizar os nossos estudantes, assim como professores e gestores da nossa rede de ensino. Sabemos que o ensino de ciência requer muito empenho e criatividade dos professores no sentido de tornar esse conhecimento acessível e significativo na vida deles. Acreditamos que essa vitória é uma inspiração para todas as nossas escolas para que se sintam estimuladas a participarem cada vez mais, e é também uma demonstração de que nossos estudantes estão sendo bem preparados”, ressaltou a secretária Esmênia Miranda.

A gestora do Anexo Leonardo da Vinci, Elene Rocha, destacou o sentimento de gratidão pelo sucesso dos estudantes e afirmou que participar das olimpíadas proporciona um grande aprendizado não só para os alunos como para toda a escola. “O nosso objetivo maior é proporcionar aos alunos grandes conquistas e com a ajuda dos professores, ampliar os múltiplos saberes que eles podem adquirir através desses processos. Quando soubemos que quatro alunos nossos conquistaram as medalhas, foi muito gratificante, porque eles perceberam que têm potencial, os professores conseguiram reconhecer que estão no caminho certo e acima de tudo, vimos a gratidão dos pais para com a nossa escola. Acreditamos que nossos alunos terão ainda mais grandes conquistas”, afirmou a gestora Elene Rocha.

Premiados

No Anexo Leonardo da Vinci, os estudantes do 8º ano Amanda Vitória Barros, Maria Luana Moreira e Luiz Gustavo Torres receberam as medalhas de ouro, prata e bronze pelos excelentes resultados na Olimpíada Nacional de Ciências (ONC). A estudante Maria Eduarda Carvalho também foi reconhecida com a medalha de Menção Honrosa.

Com a medalha de ouro em mãos, a estudante Amanda Barros destacou a importância de se dedicar aos estudos. “Participar dessa olimpíada me ajudou a ver possibilidades e quão importante são os estudos e as portas que ele pode abrir. Uma medalha não é só um símbolo, é o resultado do esforço e dedicação. Todos os alunos e estudantes podem ganhar pelo seu esforço. É muito significativo saber que o esforço vale a pena”, disse Amanda.

As olimpíadas de conhecimento existem para incentivar estudantes a descobrir e exercitar habilidades, novos talentos e o desejo de estudar cada vez mais. Foi o que aconteceu com a estudante Maria Luana, que conquistou a medalha de prata. “Foi uma experiência muito boa ter participado e conseguido ganhar. Foi difícil, mas mesmo assim ainda foi algo que eu gostaria de fazer de novo”, revelou.

A professora Vanessa Cristina dos Santos foi uma grande incentivadora da participação dos estudantes na ONC. Ela afirma que inicialmente teve receio, considerando o momento de afastamento, provocado pela pandemia, mas que por acreditar no potencial de seus alunos, seguiu com as inscrições. Hoje ela sente muito orgulho pelo resultado conquistado por eles. “Eles foram firmes e fortes e nós professores também. Estendemos essa vitória conquistada por eles a toda equipe, que deu o apoio e suporte fundamental naquele momento. Nossos estudantes trouxeram medalhas em todas as modalidades, um verdadeiro orgulho para a rede municipal de educação e para o estado do Maranhão. Esses jovens podem transformar a sociedade, trazer muitos méritos para a ciência brasileira. Devemos acreditar no seu potencial, que mesmo com obstáculos, são capazes de alcançar as medalhas mais difíceis, realizar sonhos e tudo o que quiserem”, declarou a professora Vanessa Cristina.

Saiba Mais

A Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) é um certame promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e organizado por uma comissão executiva vinculada à Associação Brasileira de Química e à Sociedade Brasileira de Física. Já a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação em parceria com a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e com a Agência Espacial Brasileira (AEB).

%%footer%%