Anúncios

As operações Éris e Hygea foram determinadas a pedido do ministro relator Mauro Campbell, do STJ (Superior Tribunal de Justiça)

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), é alvo de mandado de busca e apreensão de duas operações deflagradas hoje pela PF (Polícia Federal) no estado. As operações Éris e Hygea foram determinadas a pedido do ministro relator Mauro Campbell, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Segundo apurou a reportagem do UOL, o governador será afastado por seis meses do cargo em razão da suposta obstrução de investigações sobre o combate à corrupção e pagamento de vantagens indevidas ao Plansaúde (Plano de Saúde dos Servidores do Estado do Tocantins).

De acordo com o STJ e a PF, as operações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal visam desarticular um grupo que tentava obstruir investigações que apuram irregularidades na cúpula do governo do estado.

“O teor das decisões proferidas pelo ministro relator dos inquéritos foi antecipado aos demais membros da Corte Especial do STJ, as quais serão submetidas ao colegiado para referendo”, informa o STJ, em nota. O colegiado poderá votar para manter a decisão do afastamento do governador ou revogá-la.

O UOL entrou em contato com a assessoria do governo do Tocantins e aguarda um posicionamento.

*Fonte:NotíciasAoMinuto

%%footer%%