Anúncios

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) foi alvo de críticas e acusações de homofobia após publicar um post, nas redes sociais, em que repudia a escolha do governo do Maranhão em convidar o influenciador homossexual Alex Brito, conhecida como Bota Pó, de 16 anos, para estrelar a campanha de lançamento da nova plataforma de educação do estado. O senador apagou a postagem.

Ao questionar a campanha, o político afirmou que a peça era uma “apologia a homossexualidade”:

“O governo do Maranhão, ao lançar a plataforma Gonçalves Dias de Educação, em vez de colocar como garoto propaganda um maranhense que tenha se destacado em alguma área, preferiu colocar um jovem homossexual assumido fazendo o papel de menina. Agora, analisando friamente, para que isso? Qual a necessidade disso? É apologia à homossexualidade ou não? Lamentável essa situação na qual passamos. Nada contra a opção sexual de alguém. Agora querer obrigar aceitação dessa opção de alguns como regra e apologia à prática homossexual isso não dá para aceitar”, escreveu ele, na postagem deletada mas que foi compartilhada em redes sociais.

Influencer

Alex Brito, conhecido como “Bota Pó”, tem quase 500 mil seguidores nas redes sociais e conquistou a internet ao compartilhar a rotina simples em Bacabal, município a 240 km de São Luís. De família simples e humilde, Alex vinha tentando fazer sucesso com a internet desde 2017, quando começou com tutoriais de maquiagem.

O influencer comentou a polêmica envolvendo o senador através das redes sociais. “Eu amo vocês. Obrigada por toda força #forapreconceito”, escreveu o influenciador. “Aceitar é uma escolha sua, respeitar é o dever de todos”, completou em outro post.

%%footer%%