Anúncios

A greve do dos rodoviários chega ao 12º dia em São Luís após três tentativas frustradas de acordo entre a Prefeitura e os empresários responsáveis pelo sistema de transporte público da Região Metropolitana da capital maranhense.

Em meio a crise, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou neste sábado (30) a demissão a saída de Cláudio Ribeiro do comando da Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT). Em seu lugar, assume Diego Baluz.

Os rodoviários pedem um reajuste de 13% nos salários, jornada de trabalho de seis horas, tíquete de alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente e a concessão do auxílio-creche, para trabalhadores com filhos pequenos.

%%footer%%