Anúncios

Após 17 anos longe do calendário esportivo nacional, os Jogos Escolares Brasileiros (JEBs) para estudantes entre 12 e 14 anos, evento nacional promovido pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) em parceria com o governo federal, por meio da Secretaria Especial do Esporte, órgão oficial do Ministério da Cidadania, voltou em grande estilo em 2021. E, na retomada da maior e mais importante competição escolar do país, o Maranhão fez história no Rio de Janeiro, cidade-sede dos jogos. A delegação maranhense contou com o apoio da Federação Maranhense do Desporto Escolar (Femade), e terminou sua participação nos JEBs com cinco medalhas. As últimas conquistas vieram nessa quinta-feira (4), com o handebol masculino e o basquete feminino.

“Ficamos felizes com o desempenho de toda a nossa delegação nos JEBs 2021. Nossos atletas, técnicos e dirigentes estão de parabéns por terem feito história. A Femade tem orgulho em fazer parte desse momento de retomada do desporto escolar. No que depender de nossa federação, iremos apoiar e incentivar, cada vez mais, o esporte em nosso Estado”, afirmou Hugo Eduardo, chefe da Delegação do Maranhão.

No handebol masculino, a garotada do E.M. José Sarney (Timon) garantiu o bronze na disputa da Série Ouro. Na disputa pelo terceiro lugar, a equipe do Maranhão não deu chances para o Marista de Natal (RN) e goleou por 27 a 8. Ao subir ao pódio, os maranhenses coroaram a bela campanha e estão entre os melhores do país.

Já no basquete feminino, o Maranhão é medalha de ouro com as meninas do Colégio Educallis, que derrotaram a E.M. Maria Júlia (TO) por 55 a 19. A equipe maranhense disputou a Série Bronze.

Presidente da Femade, Hamilton Ferro, também elogiou o desempenho da equipe maranhense nos JEBs. “O desporto escolar está de parabéns com a realização dos JEBs no Rio de Janeiro. A Femade deu todo o suporte para a delegação do Maranhão nos últimos dias, e os resultados comprovam que é possível evoluir o esporte maranhense quando se fortalece a base e quando se dá oportunidade aos jovens praticarem esporte na infância”, disse.

Outras medalhas

Além dessas duas medalhas nas disputas das modalidades coletivas, o Maranhão já havia conquistado outras três nos esportes individuais. No atletismo, o Estado foi bronze no salto com vara com Wesley Joaquim, da UEB Rivanda Berenice, e ouro no revezamento 5 x 80m integrado com a atleta Gyovana Loranny.

O Maranhão ainda foi bronze no judô. Na disputa da categoria Superligeiro Feminino (-36kg), Kailane Vitória, da E.M. Sarney Filho e do Projeto Fórum Jaracaty, manteve a tradição do Estado na modalidade.

JEBs 2021

Nesta edição dos JEBs, competição promovida pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) em parceria com o governo federal, por meio da Secretaria Especial do Esporte, órgão oficial do Ministério da Cidadania, o Maranhão contou com uma das maiores delegações da competição. Ao todo, a equipe maranhense participou com mais de 240 integrantes, entre atletas, técnicos, professores, coordenadores e jornalista. Das 17 modalidades que estavam sendo disputadas, sendo 5 coletivas e 12 individuais, o Maranhão teve representantes em 15.

Disputados por estudantes entre 12 e 14 anos, os Jogos Escolares Brasileiros teve a participação de quase 7 mil crianças de escolas públicas e particulares de todos os Estados do país, que foram classificadas após a realização de seletivas locais, onde foi priorizado a igualdade de gênero, desenvolvendo, estimulando e fortalecendo o esporte nas escolas.

*Fonte:BlogdoProfPautar

%%footer%%