Anúncios

O Secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry (PCdoB-MA) retorna ao mandato de deputado federal nesta segunda-feira (8) para votar contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, a chamada PEC do Calote, que altera alguns compromissos do governo federal com o orçamento.

“Para votar NÃO à PEC do calote nos precatórios dos professores. Votar em defesa dos professores e professoras, em defesa da educação”, escreveu Jerry em suas redes sociais. O parlamentar retornará às funções na Secid após votação do segundo turno da PEC. Suplente de Jerry, o deputado Gastão Vieira (PROS-MA), votou favorável à proposta.

Aprovada em primeiro turno na última quinta-feira (4) por 312 a 144 votos de deputados, o projeto tem sido alvo de um série de críticas por permitir a alteração no cálculo do teto de gastos do governo e a flexibilização do pagamento de precatórios pela União, que abrirão espaço para mais R$ 91,6 bilhões de gastos em 2022, ano em que Jair Bolsonaro (sem partido) tentará a reeleição.

O resultado do primeiro turno na Câmara também é resultado da pressão exercida pelo governo Bolsonaro sobre o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Nos bastidores, sabe-se que o mandatário ameaçou cortar emendas impositivas de todos os congressistas que não apoiassem a PEC, apesar do pagamento dessas emendas ser obrigatório.

%%footer%%