Anúncios

Em homenagem a ‘Dona Basica’, a primeira figura feminina do Boi da Pindoba, o artista Gil Leros concluiu, no último final de semana, o ‘Mural da Memória’. A iniciativa faz parte do projeto “Amo, Poeta e Cantador”, que homenageará pela primeira vez uma mulher integrante do Bumba meu Boi.

Batizada como Brasilísia Rosa da Conceição, a ‘Dona Basica’ foi casada com o também falecido mestre da Cultura Fabriciano Timóteo Diniz. Ambos comandaram o Bumba meu Boi da Pindoba, no município de Paço do Lumiar, por décadas. Ela nasceu em 03 de fevereiro de 1909 e viveu longos 115 anos, dos quais dedicou boa parte deles ao Boi da Pindoba.

Dona Basica também fazia as indumentárias e passava o ano inteiro em seu ateliê. Ela se dedicou a atividade de costura até os 102 anos.

Projeto

Os outros dois homenageados já graffitados foram os mestres Antônio Ribeiro, mais conhecido como ‘Tonico’, do Boi da Fé em Deus, e Manoel Leôncio Mendes, o ‘Mané Onça’, do Bumba meu Boi da Madre Deus – ambos ainda vivos.

O quarto mural desta etapa, e também último, será o do mestre Humberto de Maracanã, que será graffitado na sede do Bumba meu Boi de Maracanã, em data ainda a ser confirmada. A proposta aprovada pela Lei Aldir Blanc vai viabilizar, ainda, a produção de um livro (documental) contando a história do Projeto, entrelaçada às histórias dos mestres de Bumba meu Boi que estão sendo homenageadosnos murais.

O projeto foi aprovado em Edital da Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão – SECMA, com incentivos da Lei Federal nº 14.017, por meio do  ‘Conexão Cultural – Fomento a Projetos’.

%%footer%%