Mais uma torre de transmissão de energia foi derrubada nesta quarta-feira (15) por índios Guajajaras de aldeias da Reserva Canabrava, no Maranhão.

A primeira ação foi registrada no domingo (12) e, depois de a equipe técnica realizar o conserto, a segunda torre foi danificada.

Os indígenas exigem a presença de representantes da Eletronorte e da Funai para chegarem a um acordo. 

Homens do Grupo de Operações Especiais da Polícia Federal de Brasília (DF) estão no local para fazer a segurança dos funcionários e acompanhar os trabalhos.

De acordo com a liderança indígena, desde 2013, uma ação tramita na Justiça pedindo a reparação pelos danos causados pela instalação das torres na Reserva Canabrava.

Ficou estabelecido que seria feito um estudo ambiental do componente indígena e também a transferência de recursos financeiros para a compra de alimentos para as aldeias como medida de compensação. No total, 4.260 famílias indígenas dependem das doações.