Uma das épocas mais angustiantes dos animais se aproxima. As festas de final de ano e com elas, os fogos de artifícios que podem assustar e muito os bichinhos, pois eles possuem uma capacidade de audição muito maior do que a dos seres humanos. Devido a isso, os pets sofrem com o estrondo e acaba deixando reações diversas como agitação, estresse e alguns podem ficar traumatizados persistindo por dias esse problema, dependendo do nível do incômodo causado.

As reações variam de animal para animal e, também, dependendo da intensidade do som pode agravar a situação, como explica a médica veterinária do PetMania, Amanda Taylla.

“Alguns animais podem sofrer convulsões, vômitos excessivos e até desmaios. E como ficam muito estressados, a maioria tenta procurar algum ponto de fuga e neste momento podem acabar tendo alguns traumas físicos podendo causar danos à saúde do animal”.

É importante que o tutor aprenda técnicas que possam ajudar a acalmar o bichinho e deixá-lo com a sensação de segurança até a queima de fogos de artifício terminar.

“Manter o animal na presença de alguém que ele conheça, ter um rosto conhecido perto vai fazer com que ele sinta mais segurança naquele momento. Além disso, animais que sofrem com esse problema, como a gente já sabe que eles vão ficar estressados, podem ser levados para algum local que abafe o som e colocar uma música para acalmá-lo. É fundamental que o tutor fique calmo, pois o pet percebe quando o dono está agitado, nervoso ou não”, explicou a veterinária.

E caso a situação se agrave, o médico veterinário deverá ser consultado.



Algumas dicas para ter com os animais durante os fogos de artifício



1. Acolha-o e acomode-o em casa com segurança;

2. Feche portas e janelas para evitar que o animal fuja

3. Ofereça alimentos leves.

4. Espalhe brinquedos pela casa

5. Evite deixá-lo preso para não se machucar caso fique agitado



Curiosidade

Existem leis que proíbem os fogos de artifício?

O decreto-Lei nº 4.238, de 1942 fala sobre a fabricação e comercialização de artigos de pirotecnia e determina que as fábricas desses artigos devem estar em áreas afastadas de qualquer lugar habitado. Porém, somente essa lei não foi suficiente para impedir que esses produtos circulassem livremente. Algumas cidades ainda não possuem legislação específica sobre o assunto.

Em São Paulo, por exemplo, a Lei nº 17.389, de 2021 proíbe a compra e soltura dos fogos em todo o território estadual. Caso descumprimento, é aplicada uma multa. Em Roraima, a Lei 1484 entrou em vigor em junho deste ano.