O ex-secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) de São Luís, Canindé Barros, morreu na manhã deste domingo (26), aos 70 anos, de insuficiência renal. Ele estava internado há mais de três meses em um hospital particular da capital.

Canindé Barros era engenheiro civil e foi responsável por várias melhorias em sinalizações de ruas e avenidas de São Luís. Ele esteve no comando da Secretaria de Trânsito e Transportes desde a gestão de Tadeu Palácio, passando por Castelo e Edivaldo Holanda Júnior. Ele era formado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual do Maranhão, Pós Graduado em Gestão de Trânsito e Transportes pela Faculdade de Ciências Econômicas de Apucarana, no Paraná.

Canindé Barros era casado e deixa quatro filhos. O velório acontece na Pax União situada no Centro da capital e o enterro está previsto para às 16h deste domingo no Cemitério Parque da Saudade, no bairro Vinhais, em São Luís.

Repercussão

Por meio de uma rede social, o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, emitiu uma nota manifestando profundo pesar e tristeza pela morte de Canindé Barrros. Canindé foi secretário na gestão do Edvaldo de 2015 a 2020.

Edivaldo Holanda Júnior manifesta condolências pela morte de Canindé Barros em São Luís — Foto: Divulgação/Redes Sociais

Por meio de nota, a Prefeitura de São Luís lamentou a morte do ex-secretário da SMTT e se solidarizou com familiares e amigos de Canindé Barros.

Íntegra da nota:

“A Prefeitura de São Luís, com pesar, lamenta o falecimento do engenheiro civil Canindé Barros, ocorrido na manhã deste domingo (26).Canindé exerceu o cargo de secretário municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), onde deixou serviços prestados ao Município. Neste momento, a Prefeitura de São Luís se solidariza com familiares e amigos de Canindé. Que Deus possa confortar a todos”.