O Consórcio Estreito Energia, empresa responsável pela operação da Usina Hidrelétrica Estreito, emitiu nesta segunda-feira (27) um comunicado informando sobre o risco da elevação da água liberada para a Usina.

No comunicado o Consórcio informou que a elevação no volume de água já era esperado em razão das precipitações já verificadas na bacia hidrográfica do Rio Tocantins e ainda considerando as previsões hidrometeorológicas

Usina

A Usina Hidrelétrica Estreito opera por meio do conceito chamado “Fio d´água” e não apresenta capacidade de regularização das vazões, sendo obrigada a repassar para a jusante sua vazão excedente, em virtude, sobretudo, da ocorrência de precipitações em excesso.