O Diário Oficial da União publicou o novo na última quinta-feira (23) o desenho que será o novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Brasil a partir do dia 1º de junho de 2022.

A medida foi instituída pela resolução nº 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que começará a ser implantado assim que ocorram solicitações de emissão, renovação e pedidos de segunda via. Portanto, não há necessidade de troca imediata do documento.

Emitida predominantemente nas cores verde e amarelo, a nova CNH poderá ser expedida em meio físico, digital ou ambos, conforme o desejo do condutor. O modelo exibe uma tabela para identificar que tipo de veículo o motorista está apto a conduzir. Na primeira coluna, ficará a categoria da CNH, seguida por uma imagem do automóvel e a indicação se o detentor da carteira está apto a dirigi-lo.

A nova CNH trará expressa a informação se o condutor utiliza o documento para o exercício de atividade remunerada e incluirá um campo para mostrar eventuais restrições médicas. Outra novidade será a inclusão da letra “D”, para indicar que o portador da carteira tem uma CNH definitiva ou uma letra “P”, indicando que o motorista é recém-habilitado e tem apenas permissão para dirigir.

Quanto ao QR Code, recurso já disponível em todas as carteiras de motorista emitidas a partir de 2017, o padrão será mantido. O código presente na nova CNH irá armazenar todas as informações do documento, até mesmo a foto de condutor, excluindo apenas os elementos da assinatura.