O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), anunciou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (3), novas ações emergenciais de atendimento às síndromes gripais na capital maranhense.

O anúncio se dá em consequência do aumento dos casos de Influenza  Sazonal (gripes do tipo H1N1 e H3N2) no país, bem como do número de casos de Covid-19 em todo o mundo, provocado pelo avanço da variante Ômicron.

Medidas

A partir de quarta-feira (5), mais dois Centros de Atendimento às Síndromes Gripais Leves entrarão em funcionamento com o objetivo de ofertar atendimento rápido e de qualidade à população.

Quem necessitar de auxílio médico também poderá procurar atendimento no Centro de Saúde Janaína (Vila Janaína) e no Centro de Saúde Thalles Ribeiro (Vila Esperança), além dos Centros de Saúde Carlos Macieira (Av. dos Africanos); Genésio Ramos Filho (Cohab Anil IV) e Clodomir Pinheiro (Anjo da Guarda).

Os serviços médicos serão ofertados diariamente, das 8h às 17h. Além dos dois novos centros, os atendimentos estão sendo ofertados nos Centros de Saúde Carlos Macieira, na Avenida dos Africanos; Genésio Ramos Filho, no bairro Cohab Anil IV e Clodomir Pinheiro, no bairro Anjo da Guarda.

De acordo com o prefeito, as ações são complementares ao Plano Municipal de Enfrentamento às Síndromes Respiratórias e tem como objetivo, evitar o surgimento de novos casos das síndromes gripais, evitando a superlotação da rede municipal de saúde.

“Essas ações são um complemento do plano municipal de enfrentamento às síndromes respiratórias em nosso município. Mais uma vez, estamos saindo na frente e estruturando nossa rede municipal de saúde para atender os ludovicenses que apresentem quadro gripal, já que estamos entrando em uma época do ano caracterizada pela prevalência dos casos de Influenza. Além disso, também estamos fortalecendo nossas políticas de combate à Covid, de modo a evitar o surgimento de novos casos”, disse Eduardo Braide.