Em conversas com aliados nas últimas semanas, ex-ministro do STF Joaquim Barbosa fez um diagnóstico dos nomes que se apresentaram até agora como pré-candidatos ao Palácio do Planalto na disputa de outubro.

Segundo pessoas próximas, o ex-ministro, que foi relator do processo do mensalão do PT no Supremo, não acredita que a vitória do ex-presidente Lula esteja tão dada assim, como mostram as pesquisas.

Barbosa diz até gostar do ex-governador Geraldo Alckmin, nome mais cotado para ser vice de Lula. Mas avalia que, quando a campanha começar de fato, o petista será bastante atacado por opositores.

Aliados dizem que também sobram críticas do ex-ministro do STF ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao ex-juiz Sergio Moro (Podemos), algumas delas já noticiadas pela coluna.

Até o momento, aliados dizem que um dos poucos que se salvam na lista de Barbosa é Ciro Gomes. O presidenciável do PDT é considerado um “bom candidato” pelo ex-ministro do Supremo.

Fonte: Metrópoles