O governador Flávio Dino (PSB) voltou a atacar o ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, com ironia sobre recentes declarações do pré-candidato à Presidência da República.

Apesar de não ter citado o nome do ex-juiz, Dino direcionou as críticas ao reproduzir, com aspas, recentes posicionamentos de Moro.

“‘O Supremo está errado; o TCU está abusando; advogados são bandidos. Não debato com Ciro Gomes’. Trata-se de um caso grave e inédito de ‘juizite’ prolongada, cujo maior sintoma é uma esquisita prepotência. Sem escusas”, escreveu em seu perfil em rede social.

Dino tem criticado de forma rotineira o ex-juiz federal que teve as condenações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Para Dino, o magistrado manipulou processos contra o petista e integrou uma movimentação política que tinha por objetivo eleger o presidente Jair Bolsonaro.