Os profissionais da Santa Casa de Misericórdia do Maranhão iniciaram, a partir das 7h desta sexta-feira (28), uma paralisação contra o atraso no pagamento de verbas salariais.

A manifestação, acompanhada pelo Sindicato dos Auxiliares e técnicos em enfermagem e estabelecimentos de Saúde do Maranhão (Sindsaúde-MA), foi realizada pelos trabalhadores em frente à Santa Casa.

A presidente do sindicato, Ducy Mary dos Santos, informou que tentou por diversas vezes uma negociação com a direção do hospital, mas sem sucesso.

“Salário é uma condição de sobrevivência aos trabalhadores. Não estamos pedindo nenhum absurdo. Há férias, décimo terceiro, INSS e vale-transporte tudo em atraso. A greve é por tempo indeterminado, e estamos abertos a negociação”, disse.