O Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA) determinou, na noite desta terça-feira (15), que o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema) mantenha 80% da frota do transporte público da Região Metropolitana de São Luís em circulação durante a greve que foi inicuada pelos rodoviários nesta quarta-feira (16).

As decisões liminares são do desembargador Luiz Cosmo da Silva Junior, que atendeu a um pedido do Município de São Luís, e da desembargadora Solange Cristina Passos de Castro, após requerimento do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET).

As decisões liminares do TRT-MA ressaltam que o Sttrema não poderá fazer qualquer medida de protesto alternativo durante a greve, como a circulação de veículos sem cobranças de passagens, “Operação Tartaruga”, barricadas nas portas de garagens ou impedir rodoviários que não queiram aderir ao movimento de trabalhar.

Caso não cumpra o mínimo de 80% da frota do transporte público em circulação na Região Metropolitana de São Luís ou faça algum desses protestos previstos na liminar, o Sindicato dos Rodoviários terá de pagar multa diária de R$ 50 mil.