Os deputados federais pelo Maranhão, Josimar de Maranhãozinho e Pastor Gildenemir, mais conhecido como Pastor Gil – ambos do PL -, são alvo de uma nova operação da Polícia Federal realizada na manhã desta sexta-feira (11).

A suspeita da polícia é de que os parlamentares tenham atuado no desvio de recursos públicos por meio de empresas de fachada.

Foram realizadas buscas nas casas dos deputados maranhenses, além do parlamentar Bosco Costa, do PL do estado de Sergipe.

A operação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após a PF ter apontado indícios de desvio dos recursos. O despacho é do ministro Ricardo Lewandowski.

Josimar de Maranhãozinho também já foi alvo de uma operação realizada pela Polícia Civil no Maranhão. O Tribunal de Justiça, contudo, anulou a ação.