A Câmara Municipal de São Luís aprovou a realização de uma sessão solene para homenagear os 100 anos da Assembleia de Deus no Maranhão, comemorado no dia 08 do mês passado.

A proposta de homenagem foi feita pelo vereador Antônio Marcos Silva – o Marquinhos (DEM), por meio do Requerimento n.º 039/22 e aprovada, por unanimidade, durante sessão ordinária dessa terça-feira (15).  

A data da solenidade ainda será agendada pela Secretaria de Apoio Legislativo, juntamente com o Cerimonial da Casa de Leis.  Segundo o parlamentar, a apresentação da proposição foi na perspectiva de mostrar a gratidão do Parlamento aos serviços desempenhados pela Igreja durante todos esses anos de existência.

“A sessão solene se mostra importante para prestar uma justa homenagem pela relevância aos serviços desenvolvidos pela Igreja Assembleia de Deus de São Luís durantes todos esses anos de existência no campo espiritual, social e contribuições imensuráveis à comunidade ludovicense”, frisou Marquinhos.

Fundação

No início do século XX, os suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren receberam em profecia a ordem de que tinham que pregar o evangelho num lugar chamado Pará. Ao pesquisarem no mapa, descobriram que era um local distante na Amazônia.

Sem dinheiro e sem entenderem o idioma português, partiram de Nova York rumo à capital paraense. Eles desembarcaram em Belém no dia 19 de novembro de 1910.

No Pará, conheceram o casal Henrique e Celina Albuquerque, que cederam sua casa para as reuniões pentecostais.

No Maranhão, as atividades da Igreja Assembleia de Deus foram iniciadas no ano de 1921, por meio do pastor colombiano Clímaco Bueno Aza, amigo próximo e aprendiz do pioneiro Daniel Berg. Bueno Aza veio a São Luís enviado pela igreja-mãe de Belém.

O pastor iniciou o trabalho de evangelização na capital maranhense e foi conquistando fiéis. E, no dia 15 de janeiro de 1922, deu-se origem oficialmente a Igreja Assembleia de Deus em São Luís, situada na Rua 7 de Setembro, no Centro da capital. Também nesta data foi realizado o primeiro batismo em águas oficializando os novos membros recém-convertidos e também a primeira celebração de Santa Ceia.

A IADESL foi mantida pela Igreja Assembleia de Deus de Belém-PA até o ano 1947, quando passou a ter administração própria.

Atuação Social

A Assembleia de Deus é uma igreja com forte atuação na América do Sul, África e Ásia e outros países. Além de missões internacionais, a Igreja presta serviços às comunidades carentes da região metropolitana e ribeirinhas, além de refugiados.

Segundo a IADESL, a igreja não se preocupa apenas com o aspecto religioso e espiritual, mas desenvolve também diversas ações de caráter social visando beneficiar toda a comunidade ludovicense.

Anualmente realiza a campanha de doação de sangue intitulada Vem Doar em parceria com o HEMOMAR. Através desse projeto, os fiéis da Assembleia de Deus são estimulados a exercerem o ato de solidariedade e amor ao próximo e centenas de bolsas de sangue são arrecadadas para abastecer o HEMOMAR e ajudar a qualquer pessoa que necessite desse tipo de ajuda, independente se é ou não membro da igreja.

A IADESL também realiza a Ação Social chamada AD Cidadania, idealizada pelo pastor Coutinho e realizada pela Assessoria de Assistência Social da Igreja. Nesse projeto, a Assembleia de Deus faz parceria com diversas instituições como Defensoria Pública, Sesc, Senac, Procon, faculdades e universidades de São Luís e centenas de voluntários da própria igreja promovendo um dia de cidadania e serviços relevantes para a população.