O Sampaio Corrêa e Moto Club vão jogar, neste sábado (26), o segundo Superclássico do ano. A partida é válida pela terceira rodada da fase inicial do segundo turno do Maranhense.

No Sampaio, o meia-atacante Pimentinha deverá ser a grande novidade. Ele treinou normalmente com o grupo nos últimos trabalhos em campo e, se o auxiliar do técnico Léo Condé, Renatinho, optar pelo jogador, o ataque será modificado.

No meio-campo, o setor deve ser formado por Lucas Araújo, Ferreira e Eloir ou Renatinho. Jogadores como Allan Godói e Andrey também foram liberados e deverão estar pelo menos no banco de reservas para o jogo de domingo.

Um time provável é Luiz Daniel, Matheuzinho, Joécio, Nilson Júnior e Pará. Lucas Araújo, Ferreira e Renatinho, Pimentinha, Eron e Poveda.

Moto Club

Com a ausência de Lineker, o treinador poderá colocar um dos recém-contratados (Lucas Hulk, Naílson ou Leomir) ou ainda adaptar o meia Júnior na função.

Outra possibilidade do time é abrir o volante Leal em uma das pontas e efetuar uma dupla de ataque Dagson e Emerson Nike, atuando mais próxima entre os zagueiros.

O trabalho do Moto, por orientação do comandante rubro-negro, foi liberado para a imprensa apenas no aquecimento. O segredo é justificável do lado do Moto que neste momento, em sua chave, está com quatro pontos na segunda colocação do grupo.

Uma das esperanças do ataque rubro-negro é o atacante Dagson. Artilheiro da equipe na competição com quatro gols, Dagson – que antes do gol marcado contra o Samas estava há três partidas sem marcar – quer fazer o primeiro gol em cima do maior rival. “ A gente sabe o quanto que esta rivalidade pesa. Mas estamos com esperança de que, com fé em Deus, faremos uma grande partida”, afirmou.

Um time provável é João Paulo, Diego Renan, Anderson Cearense, Kevin e Esquerdinha, Jair, Lucas Hulk, Leomir (ou Leal), Ozéias, Emerson Nike e Dagson.