O senador e pré-candidato do PDT ao governo do Maranhão,Weverton Rocha, afirmou nesta sexta-feira (29), que não vai mesmo apoiar o ex-governador Flávio Dino (PSB) na disputa pelo Senado.

Weverton justificaticou seu novo posicionamento em razão dos recentes ataques que tem sofrido do grupo do ex-chefe do governador

“Uma coisa o nosso grupo já tomou a decisão política. Nós não vamos votar no Flávio Dino. Depois de tudo que ele e a forma agressiva, dura, difícil e tudo que vocês viram e não precisa eu falar. O caminho que ele procurou percorrer que não é o nosso e não tem por que a gente estar juntos”, disse.

A declaração de Weverton ocorre no momento em que ficam mais fortes os rumores de que ele pode formar uma aliança com o senador Roberto Rocha (PTB), que deve anunciar na segunda-feira (2) sua pré-candidatura à reeleição para o Senado.

Após a divulgação das conversas, Dino não chegou a se manifestar publicamente sobre o assunto. A missão de contrapor o pré-candidato do PDT tem ficado a cargo de Ricardo Cappelli, que foi secretário de Comunicação de Dino e segue no posto na gestão do governador Carlos Brandão (PSB).