A greve dos professores da rede municipal de São Luís chegou ao fim nesta sexta-feira (6), após 19 dias de paralisação. A decisão foi tomada pelo Sindicato da categoria, em assembleia geral ocorrida na Praça Maria Aragão.

O sindicato decidiu aceitar a proposta de reajuste salarial de 10,06% aos professores que ganham acima do piso salarial, com retroativo a janeiro, que havia sido proposto pela Prefeitura de São Luís. Antes, o Sindeducação pedia um reajuste de 33% .

Segundo o Sindeducação, a Prefeitura de São Luís também se comprometeu a abolir as faltas que os professores tiveram enquanto estavam em greve e manter um canal de comunicação para discutir futuros reajustes.

Outro compromisso da Prefeitura, segundo o sindicato, foi de suspender um seletivo para professores substitutos que havia sido publicado nesta quinta-feira (5), e não abrir processo administrativo disciplinar contra os professores grevistas.

A volta dos professores às salas de aula deve acontecer já nesta segunda-feira (9), segundo compromisso firmado pelo Sindeducação com a Prefeitura.